Conselho Municipal de Turismo alinha estratégias e ações de fomento para o setor

O Conselho Municipal de Turismo (Comtur), órgão vinculado à Secretaria Municipal da Indústria, Comércio e Turismo (Semict) de Aracaju, realizou nesta quinta-feira, 17, a quarta Reunião Ordinária. Realizado na sede do Sebrae/SE, o encontro discutiu o aprimoramento dos trabalhos do colegiado, a participação sergipana na ABAV 2019, bem como estratégias de marketing do destino para promover Aracaju no mapa do turismo nacional e internacional, além do acidente ambiental que manchou o litoral sergipano com óleo.



Ao abrir a assembleia, o secretário municipal da Indústria, Comércio e Turismo, Marlysson Magalhães, explicou que este quarto encontro do Comtur estava previsto para acontecer após os festejos juninos na capital, mas, em função de importantes agendas de trabalho precisou ser remanejado.

“Já estávamos prontos em julho para nossa reunião ordinária, que é um compromisso do qual não nos afastamos, mas a agenda de trabalho e eventos provocaram dois adiamentos. Tivemos atividades dentro do programa Investe Turismo, com famtours, oficinas para fortalecimento do Comtur e nossa participação na ABAV, agendas em que membros de várias entidades com assento no Conselho estiveram presentes e isso causou choques, mas o importante é que estamos trabalhando pelo fortalecimento do turismo e o Comtur ativo com seus membros”, justificou.



A convite do presidente do Conselho, Marlysson Magalhães, o secretário de Estado da Comunicação e do Turismo, Sales Neto, participou desta Reunião Ordinária e esclareceu e tranquilizou os membros do colegiado quanto à poluição provocada por vazamento de óleo no litoral sergipano.

“Nossa presença aqui é para alinhar o que se diz sobre esse problema, desmistificar o tamanho que está sendo dado a ele. Não estamos dizendo que o problema não existe, mas ele é muito menor do que está sendo divulgado e todos nós: governo, prefeitura, Petrobras e demais órgãos envolvidos, estamos trabalhando firmes no monitoramento e limpeza”, destacou o secretário estadual.



O presidente da Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb), Luiz Roberto Dantas, também se posicionou e destacou que, por ser egresso do sistema Petrobras, conhece bem o assunto e disse ter ficado preocupado com as informações imprecisas que tomou conhecimento pela mídia e cobrou responsabilidade de quem presta informações sobre o assunto.

Também destacou o trabalho integrado entre o governo estadual e a Prefeitura de Aracaju para a limpeza e balneabilidade das praias sergipanas. “Estamos trabalhando em total integração com o governo do estado; nós, da Emsurb, equipes da Sema, Guarda Municipal, Defesa Civil, a Adema, enfim, todos trabalhando firmes na monitoria e limpeza, e agora teremos o reforço de mais 60 profissionais da Petrobras, totalizando 200 agentes para acelerar a limpeza nas praias”, salientou o presidente da Emsurb.



Preocupado com a divulgação do estado no mapa do turismo nacional, o reitor da Universidade Tiradentes (Unit), professor Jouberto Uchoa de Mendonça, fez um diagnóstico sobre o turismo e a necessidade de ações de divulgação para ampliar o turismo em Sergipe. Apresentou publicações de revistas de bordo de empresas de linhas aéreas e apresentou exemplos exitosos de eventos culturais que ocorrem em países como França e Portugal, que podem ser adaptados à realidade local para gerar mais produtos turísticos.

O professor Uchôa também sugeriu que o Conselho, com sua diversidade de membros, com representantes dos setores públicos e privado, encaminhasse uma mensagem para os parlamentares sergipanos em Brasília solicitando atenção para o turismo em Sergipe, inclusive sobre a viabilidade de emendas destinadas à promoção e outras ações de fomento do turismo.
 
Marlysson Magalhães considerou importantes as contribuições e visão do reitor para fortalecer o turismo e que iria trabalhar nas sugestões apresentadas. Lembrou a todos que no mês de setembro, a Azul Linhas Aéreas publicou em sua revista de bordo uma extensa reportagem sobre Aracaju.



Sobre a abordagem do turismo cultural levantada pelo reitor Jouberto Uchoa, o diretor de Arte e Cultura da Fundação Cultural Cidade de Aracaju (Funcaju), Nino Karvan, elencou ações desenvolvidas pela Prefeitura de Aracaju, como os projetos Ocupe a Praça e Quinta Instrumental, ações que, além de natureza cultural, têm impacto direto no turismo e na revitalização do Centro Histórico de Aracaju. Nino ainda destacou a participação de Aracaju como uma das quatro cidades do país que concorrem ao título de Cidade Criativa da Unesco na área da música.

Ainda durante a Reunião, os membros fizeram considerações sobre os assuntos tratados, tecendo elogios sobre os procedimentos adotados por governo e Prefeitura de Aracaju na questão do “derramamento” óleo no litoral sergipano, provocando problemas ambientais e também econômicos para a cadeia do turismo. “Mas depois de todas as explicações fiquei satisfeita com as providências adotadas pelo poder público para desfazer a imagem que criaram sobre nosso litoral”, frisou a presidente do Sindicato dos Guias de Turismo do Estado de Sergipe, Érika Ribeiro.



O consultor do Sebrae, Rafael Lucchesi, apresentou um resumo dos trabalhos realizados em duas oficinas que promoveu no âmbito do Investe Turismo, na ação de fortalecimento da governança e fez questão de enaltecer o potencial turístico de Aracaju e Sergipe. “Vocês têm tudo aqui, Sergipe é muito lindo, as pessoas quando chegam aqui se chocam com tantas novidades, belezas, curiosidades, vocês precisam valorizar mais o que têm”, pregou.

Lucchesi também elevou a participação de Sergipe na 47ª ABAV Expo Internacional de Turismo. “É uma vitória de vocês, vocês fizeram algo que não acontece pelo Brasil. Sob a liderança de Aracaju, outros municípios se juntaram e conseguiram ir para um evento de grande porte, mostrando que estavam ali de igual para igual com destinos tradicionais, em um belo estande, foi fantástico o que vocês fizeram”, bradou com alegria o consultor.



Elogio compartilhado pelo presidente do Sindicato das Empresas de Turismo do Estado de Sergipe (Sindetur/SE), Adailton Vilela de Almeida. “É preciso parabenizar o secretário Marlysson Magalhães, que encabeçou a proposta e levou até o final esse projeto de levar nosso estado para ABAV de forma consorciada, com um estande que foi muito visitado, e municípios que a gente não acreditava que fossem participar de uma feira tão grande estavam lá, como Tobias Barreto e Barra dos Coqueiros; então, quero parabenizar o Marlysson pelo trabalho e dizer que esse passo que ele deu vai estimular outros municípios a se organizarem para participar no próximo ano”, avaliou.

Eventos

O anfitrião do encontro, presidente do Sebrae/SE, Paulo do Eirado, informou que continua aberto, até o próximo dia 23, o edital para participação na Feira de Sergipe, que acontecerá de 14 a 26 de janeiro de 2020, no Parque da Sementeira, com 125 estandes expondo o trabalho de artesãos sergipanos.



Outro evento promovido pelo Sebrae/SE, desta vez voltado para a gastronomia, é o Festival da Sergipanidade, que acontecerá de 24 a 27 de outubro deste ano, também no Parque da Sementeira, contando com a parceria da Prefeitura de Aracaju.  

Para encerrar a 4ª Reunião Ordinária do Comtur, foram definidos os responsáveis por cada um dos cinco objetivos estratégicos propostos pelo grupo no Plano elaborado durante as duas oficinas de fortalecimento da governança.

“Tivemos hoje uma reunião bastante produtiva, que mostra que o Comtur está avançando com quóruns sempre elevados, com os membros discutindo e propondo ações para alavancar o turismo, sem procurar heróis nem culpados, mas buscando respostas, e isso me deixa mais animado com o Comtur, com tantas cabeças boas para discutir o turismo. Estou muito confiante de que avançaremos na próxima reunião que vai acontecer no próximo mês”, finalizou o secretário Marlysson Magalhães.  

 

Fonte Secom/Semict

Fotos: Davi Costa

Notice internal 5b9ef941f71cfb3a

Anunciantes