Exposição em Laranjeiras vai mostrar o Feminismo Negro .

Nesta quarta-feira (25), vai acontecer no município de Laranjeiras a abertura da exposição: Lélia Gonzalez - O Feminismo Negro no Palco da História, em homenagem ao mês da “Mulher Negra Latinoamericana e Caribenha”. A amostra é uma realização do Governo Municipal de Laranjeiras, através da Secretaria Municipal de Pesca e Igualdade Racial, com apoio da Secretaria Municipal do Turismo e será realizada na Galeria,   Cândido Aragonez, em um anexo da Secretaria de Turismo do município. A exposição estará aberta ao público à partir do dia 25 de julho a 15 de agosto das 8h às 16h.

Segundo o IBGE a população negra corresponde a mais da metade dos brasileiros, ou seja, 54%. “Infelizmente ainda de acordo com dados da Organização das Nações Unidas (ONU), dos 25 países com os maiores índices de feminicídio do mundo, 15 ficam na América Latina e no Caribe. No Brasil a violência contra as mulheres negras ainda é alarmante. E como forma de alertar sobre estes índices aqui, comemoramos desde 2014 o dia 25 de julho, o Dia Nacional de Tereza de Benguela e da Mulher Negra – em homenagem à líder quilombola que viveu no século 18 e que foi morta em uma emboscada”, explica a secretária municipal de Laranjeiras da Pesca e Igualdade Racial, Sandra Sena.  

A secretária da Pesca e Igualdade Racial, ainda conta que durante a abertura da exposição será feita a entrega do troféu: Pérola Negra, para as mulheres negras que contribuem para uma Laranjeiras mais igualitária. “Este troféu é uma forma de parabenizar as mulheres empoderadas que tanto lutam por seus direitos no meio de tantas desigualdades entre mulheres brancas e negras no Brasil. Mulheres brancas recebem 70% a mais do que negras, segundo a pesquisa Mulheres e Trabalho, do IPEA, publicada em 2016”, ressalta.


Por: Cassandra Teodoro

Cartaz/Divulgação: Secretarias da Pesca e Igualdade Racial e do Turismo

 

 

Notice internal 77d4380354d2d251

Anunciantes