Prodetur +Turismo pretende ampliar as ações do setor em Sergipe

O Programa Regional de Desenvolvimento do Turismo (Prodetur), visa fomentar intervenções públicas no sentido de promover o desenvolvimento da atividade turística, através de prévios processos de planejamento das regiões que possuem potencial no segmento. Assim, o objetivo pretendido é que o turismo se torne uma verdadeira alternativa econômica geradora de emprego e renda, principalmente para a população local. Neste sentido, no último dia 26 de outubro, uma comitiva composta de técnicos da Secretaria de Estado do Turismo (Setur), esteve em Brasília onde participou de uma reunião com representantes do Ministério do Turismo, cuja pauta foi discutir sobre o Prodetur + Turismo, além da renovação de contrato com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), que garante a continuidade das ações do Prodetur em Sergipe.

 

“Os resultados da reunião foram positivos, já que tivemos êxito na renovação do contrato das ações do Prodetur financiadas pelo BID. Também, entramos em acordo sobre a implementação do Prodetur +Turismo, com foco no público e privado, financiado pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Com isso, teremos, a partir de então, duas vertentes de trabalho nesta área. Algo que podemos considerar um marco no fortalecimento da cadeia turística de Sergipe", afirmou o secretário da Setur, Manelito Franco Neto.

 

Ele também acrescentou que a construção do sistema de esgotamento sanitário do povoado Crasto em Santa Luiza do Itanhy, a revisão de plano de marketing e desenvolvimento de peças publicitárias, a reforma da Orla Pôr do Sol e os Estudos de Pesquisa do Mercado e Estratégia de Circuitos Histórico-Culturais e Ecoturísticos, são bons exemplos da credibilidade do programa no estado.

 

Marca e Selo

 

Ao nome Prodetur foi incorporado o termo +Turismo, originando a marca Prodetur +Turismo, identificando e qualificando as ações priorizadas como indutoras do desenvolvimento do turismo nacional, e estruturando destinos e fortalecendo produtos e equipamentos turísticos sendo, também, gerador de mais empregos, renda e inclusão social de forma sustentável. O novo selo oficial identifica que os planos ou projetos priorizados e, previamente analisados pelo MTur, estão alinhados com as diretrizes do Programa.

 

As ações para obtenção de financiamento deverão contemplar, principalmente, projetos nas áreas de infraestrutura turística, saneamento básico, gestão e avaliação ambiental, transporte e mobilidade urbana. As diretrizes estratégicas do programa priorizam também, ações de qualificação, promoção, apoio à comercialização, pesquisa e inovação, empreendedorismo e parcerias público-privadas. Já os projetos e ações aptos a serem beneficiados pelo Prodetur + Turismo serão identificados com o selo + Turismo, indicativo de alinhamento da proposta com a Política Nacional de Turismo, com o Plano Nacional de Turismo 2018 - 2022, e com as diretrizes do programa. O selo, segundo a Portaria Nº 74/2018, será anexado à proposta analisada e validada pelo MTur, juntamente com uma declaração de prioridade.

 

“O selo atesta que o plano ou projeto esteja de acordo com as diretrizes da Política Nacional de Turismo e com o regimento do Prodetur. A ideia é de que a gestão se torne uma ponte para que os municípios possam cadastrar seus projetos e terem êxito em seus trabalhos”, destacou a coordenadora do Prodetur Sergipe, Cristiana Fernandes. 

 

Mtur em Sergipe

 

Com o intuito de fortalecer o programa no estado, o Ministério do Turismo irá promover nos dias 11 e 12 de dezembro, um evento de apresentação do Prodetur + Turismo voltado para os municípios sergipanos, com a intenção de fomentar o desenvolvimento do setor. A ação contará com a presença do ministro do Turismo, Vinicius Lummertz.

 

 

Shis Vitória de Castro

Jornalista e Editora do Caderno de Turismo- Cinform

Assessora de Comunicação da Secretaria de Estado do Turismo - SETUR / EMSETUR

Notice internal 3751c103834dcfc8

Anunciantes