Cover city 5b099153c31e0388

LARANJEIRAS

Ande devagar, pelas ruas calçadas de pedra de Laranjeiras. O que o espera é só emoção.

Imagine-se vivendo na época do Império, quando foi a maior e mais importante cidade de Sergipe, centro do comércio do açúcar, famosa pela vida cultural e social, pólo irradiador de lutas pela abolição e pela república.

Esta cidade monumento, patrimônio histórico nacional, situa-se a apenas de 20km da capital de Sergipe, às margens do rio Cotinguiba. A ocupação de Laranjeiras remota ao século XVI. No século XVII os jesuítas ai construíram residências e igrejas, que se tornaram belas e adornadas no século XVIII, quando o plantio da cana se espalhou por todo o vale do Cotinguiba. A povoação crescia, mas só no século XIX, em 1832, Laranjeiras separou-se de Nossa Senhora do Socorro, tornando-se4 vila, para ser elevada a cidade em 1848. Sua importância a fez um dos pontos visitados em 1860 pelo imperador D. Pedro II e pela imperatriz D. Tereza Cristina.

As números igrejas católicas e os terreiros de culto afro falam de uma religiosidade forte, e de4 um sincretismo muito vivo, mantido nas festas atuais quando os cortejos de grupos de folguedos populares enfeitam, animam e tornam encantadores as procissões e missas.

Essa disposição de conciliar o tradicional com o novo é a marca com que Laranjeiras, preserva o passado e busca nele a inspiração para renovar-se e articular novos caminhos para seu desenvolvimento.

*Secretária de Turismo de Laranjeiras- (79) 3281-1805

turismo@laranjeiras.se.gov.br

 

PATRIMÔNIO CUTURAL

Attraction category big 317f771e09dfda2c

Cacumbi

Attraction 3e7fb13ef0f1e014Foto por: Adilson Andrade

Folguedo de forte influência africana vinda dos congos e congados mantém uma coreografia viva e cadenciada embora tenha perdido o aspecto dramático que o caracterizava. Formado por homens – e chefiado em Laranjeiras por mestre Deca.

Chegança

Attraction c8fbbdcbe5c0e62dFoto por: Neu Fontes

Vinda das antigas tradições ibéricas, narra as lutas marítimas entre cristãos e mouros, com embaixadas e combates. A Chegança Tamandaré é a mais famosa de Laranjeiras.

 

Dança de São Gonçalo

Attraction 64b28650a2a13caaFoto por: Neu Fontes

Folguedo dedicado a São Gonçalo do Amarante, formado só por homens, trás nos cantos e danças uma presença africana forte. A Imagem do santo é levada em um pequeno barco pela única mulher do grupo: a Mariposa.

Gerreiros

Attraction ed584a1fd69cfe45Foto por: Neu Fontes

Derivado do Reisado apresenta alguns elementos daquele folguedo como a Rainha, o Mestre, a formação em dois cordões, etc. Representa o amor de um índio por uma rainha, simbolizando elementos como combate, luta pelo amor a Rainha. 

Lambe-Sujo X Caboclinhos

Attraction 74d6a16460d679ff

O Folguedo se apresenta com dois grupos formados pelos negros e pelos caboclinhos. Os negros roubam a rainha dos caboclinhos provocando a luta entre os dois. As cidades de Laranjeiras e Itaporanga D’ Ajuda mantém a tradição dos grupos com suas embaixadas, combates e lutas finais, quando os caboclinhos vencem os lambe - sujos. São chamados assim porque pintam o corpo com xadrez pulf misturado com óleo.

 

Penitentes

No período da quaresma, os penitentes partem dos cemitérios da cidade em um ritual que roga pelas almas sofredoras. Finda da sexta-feira da paixão quando se penitenciam aos pés do senhor morto.

 

Reisado

Attraction 1fa12555a64303c4Foto por: Adilson Andrade

Folguedo do ciclo natalino com nítida presença portuguesa louva o nascimento de Jesus com seus benditos, loas e “abrições de porta”. Apresenta-se em dois cordões, comandados pelo Mateus e D. Deusa. Encontrado em quase todas as cidades sergipanas.

Taieiras

Attraction 044cb0a6da58566bFoto por: Neu Fontes

De clara influência africana no ritmo, nos cantos e nos louvores a N. Sra. Do Rosário e São Benedito – o folguedo além das apresentações de Festa dos Santos Reis cumpre ritual de coroação das Rainhas Perpétuas na Igreja de São Benedito em Laranjeiras.

 

Anunciantes