Cover city 59ed1fc46eacf9c2

SIMÃO DIAS

Simão Dias é uma terra especial. A cidade pérola de Sergipe é circundada de beleza  sem rivais. A cidade de Simão Dias (distante 100 quilômetros de Aracaju) tem 121 anos de Emancipação Política – Dos Tapuias e do Caiçá – é um celeiro político e econômico que marcou e continua demarcando a história do estado de Sergipe. A conjectura que ocupa em Sergipe é explanada perfeitamente pelo refrão do hino da cidade com letra e música do mestre Te. Zótico Guimarães Santos: “De Sergipe cidade inspiração, No sertão e na fronteira, és Rainha, Na cultura gloriosa tradição. Linda Praça, cheia de amores, Vigiada por palmeiras imperiais. No Centro o excelso templo de Sant'Anna, Circundado de belezas sem rivais”. O nome da cidade é em homenagem ao seu fundador, o vaqueiro Simão Dias.

O município tem uma superfície de 560.8 Km² que fica entre os rios Vaza Barris (ao norte) e Piauí (ao sul) e está situado na zona fisiografica do Oeste limitando-se com Pinhão, Macambira, Lagarto, Riachão do Dantas, Tobias Barreto, Poço Verde e o estado da Bahia. A cidade acha-se encravada à margem do Rio Caiçá,  e é a terceira em altitude do  Estado, porém a mais fria de Sergipe, onde a temperatura fica entre 14º a 9,5º graus no inverno.  A circunscrição é dotada  de beleza e riqueza imensurável tanto na cidade quanto nos povoados.

A principal atividade econômica é baseada na agricultura com destaque para a cultura do milho, onde o grão recebeu o epíteto de 'o ouro do sertão'. Além de ser o maior produtor de milho da região, o município de Simão Dias apresenta proeminência na produção de abóbora,  criação de ovinos da raça Dorper, avicultura robusta,  comércio forte e franco crescimento industrial.

0a7693d19cffd596