Cover city 8d406e9ccc6f74e9

GARARU

Nascida às margens do rio São Francisco, no território denominado de Alto Sertão sergipano, Gararu, a 161 km de Aracaju, com 11.604 hab (Censo do IBGE 2019), foi descoberta em 4 de outubro de 1501, portanto,  um ano e meio após a chegada dos primeiros portugueses às terras brasileiras, pelos navegadores André Gonçalves e Américo Vespúcio, membros da primeira expedição exploradora, comandada por Gaspar de Lemos.

O rio São Francisco tornou-se, mais tarde, o grande caminho povoador de Sergipe, e,  pelo seu curso,  fizeram-se  as primeiras tentativas de colonização do território sergipano, no início do século XVII. 

Quanto a sua colonização, há duas versões; a  primeira, no século XVII quando Gararu era uma fazenda pertencente a Tomé da Rocha Malheiros, e a segunda, que o primeiro povoamento  ocorreu  com a chegada dos colonizadores portugueses, que fugiam dos ataques holandeses, em 1637.

Primitivamente, Gararu chamou-se Curral de Pedras,  em consequência da existência    de currais, onde  são utilizadas pedras como revestimento   das paredes , hábil e seguramente arrumadas umas sobre as outras. Em 15 de março de 1877, Gararu torna-se vila, tendo seu nome oficializado  no período em que as terras foram ocupadas por uma tribo indígena, cujo cacique chamava-se Gararu .  Esses mesmos índios teriam sido catequizados, mais tarde,  pelos jesuítas.

*Informações:  Secretaria Municipal de Esportes, Eventos e Turismo.Telefone 79 9 9995 2058

 

TURISMO RELIGIOSO

Attraction category big b82776d7016d2b6a

IGREJA MATRIZ DO BOM JESUS DOS AFLITOS

Attraction c2a683885d32297dFoto por: Ancelmo Bless

Construída em  1910, localiza-se na praça Central da cidade com arquitetura colonial.

SANTO CRUZEIRO

Attraction e0ea22c5bf18c741

Com mais de 100 anos Sempre no mês de maio no dia 10 é realizada a tradicional Festa do Santo Cruzeiro, a missa acontece às 05:00h da manhã

SERRA DA MELANCIA

Attraction 0b735f9893a14af2Foto por: Ancelmo Bless

Com localização privilegiada acolhe peregrinos, atletas, turistas e simpatizantes paisagistas. Durante a Semana Santa o fluxo de visitantes aumenta devido à programação religiosa que acontece nas ruínas de uma antiga capela que fica no alto da serra.  

Anunciantes