Cover city ed098a68b3804809

NEÓPOLIS

Distante 121 quilômetros de Aracaju, Neópolis é considerada a capital sergipana do frevo por manter o bloco do Zé Pereira. Localizada às margens do Rio São Francisco, tem uma belíssima orlinha, com uma boa infra-estrutura. O município foi fundado com o nome de Santo Antônio de Vila Nova, em 18 de outubro 1679 e foi elevado à categoria de vila em 1733 com a denominação de Vila Nova Del Rei. Em 1817, perde quatro quintos do seu território para a criação da freguesia de Santo Antônio do Urubu de Baixo, hoje Propriá. Somente em 23 de novembro de 1910 a vila é elevada à categoria de cidade, e em 1940 passa a se chamar Neópolis. 

 

*Secretaria de Cultura e Turismo-(79) 3344-2914

ATRATIVOS TURÍSTICOS

Attraction category big c11875593832a5aa

Patrimônio Histórico

Attraction b366bdca75d7a0ed

Neópolis é a única cidade de Sergipe que tem duas igrejas católicas na mesma praça, uma de frente para a outra. A Igreja de Nossa Senhora do Rosário foi a primeira a ser construída. Do século XVII, é considerada uma das mais antigas de Sergipe.

Na época da colônia a forca ficava ao lado da igreja. Quando os negros eram condenados à morte iam à igreja de Nossa Senhora do Rosário, protetora dos negros, pedirem perdão e confessar os motivos pelos quais foram condenados à morte.

A igreja Santo Antônio foi construída para ser a matriz da cidade substituindo a Nossa Senhora do Rosário, mas em 1813 o inverno foi de muitas chuvas, seu teto desabou e a Nossa Senhora do Rosário voltou a ser a matriz.

Platô

Attraction c14292259a5a218d

È um projeto de fruticultura irrigada que movimenta a economia local. São 10.500 hectares de área plantada, dividida em 40 lotes. São cultivadas diversas frutas como laranja, limão, tangerina, manga e a produção média anual é de 180 mil toneladas por ano. A cultura mais representativa é a de coco. Trata-se da maior plantação do nordeste, ao todo são colhidas quase 100 mil toneladas por ano, entre coco híbrido e anão. Quase toda a produção é exportada. 

Anunciantes