Cover city bd583253d667c715

PROPRIÁ

O rio São Francisco foi generoso com Sergipe e, onde ele mostra sua presença, o homem tem em seu favor o acesso ao lazer, a diversão e a contemplação da natureza. Em Propriá, cidade localizada a poucos 96km da capital, Aracaju, localizada na região do Baixo São Francisco, a disponibilidade de passeios ecológicos, do banho de água doce e a gastronomia baseada nos peixes e crustáceos provenientes do rio completam a vocação da cidade para o turismo.

Não é por acaso que por suas andanças pelas cidades ribeirinhas, Luiz Gonzaga, o Rei do Baião, cantou em verso e prosa a cidade na música “Propriá”. Os compositores Herbert Vianna e João Barone eternizaram a cidade em “Mormaço”, entre outros sucessos da música, literatura e história.

A cidade de 215 anos, contando com 29.600 habitantes, resguarda o passado em casarios coloniais localizados no largo da Catedral Diocesana e lá começa o passeio pelos principais pontos a serem visitados, a exemplo da orlinha principal da cidade, contando com a brisa do “Velho Chico”. Com certeza o visitante irá se apaixonar pelo colorido das roupas das centenárias lavadeiras, sempre dispostas a contar uma lenda sobre a região. Contemplar o pôr do sol do interior sergipano, principalmente quando estar à beira do rio São Francisco é um passeio enriquecedor para quem quer curtir história, natureza e relaxamento.

Denominada de Princesa do Baixo São Francisco, a feira livre de Propriá acontece aos sábados na avenida Tavares de Lyra e é um dos atrativos por nela representar o cotidiano dos ribeirinhos através dos costumes diários. Pertinho dali, não deixe de observar o viaduto central professor Antônio Fernando Campos, um marco da arquitetura do interior de Sergipe erguido na década de 30. A cidade é uma agradável surpresa para quem gosta do ar do interior, num misto de sertão com cidade ribeirinha, cheia de atrativos a descobrir.

* Prefeitura Municipal de Propriá-79 3322-1433 

ATRATIVOS TURÍSTICOS- PASSEIOS

Attraction category big 73126994b54b3ba8

Passeio de Canoa

Attraction da7d95bbb7e8c579

Tototó é o nome concedido a embarcações a motor, cuja denominação vem do barulho que faz. Procure embarcações registradas na Capitania dos Portos e o passeio está garantido até os bancos de areia e a cidade alagoana de Porto Real do Colégio. Em embarcações maiores, pode-se ir até a Ilha do Ouro, no município de Porto da Folha ou ir até a cidade de Neópolis. Na própria orla da cidade, pode-se negociar os passeios

Ponte da Integração Nacional

Attraction c06904929157d0b5

Fica na BR 101 e divide os estados de Alagoas e Sergipe. Do lado sergipano, há diversos restaurantes e lojas de bordados entre outros artesanatos. Também possui uma vista panorâmica da cidade. Vale a pena conferir

 

Praia da Adutora

Attraction 9e361405e6d035a5Foto por: Silvio Oliveira

A praia de água doce fica entre as divisas dos municípios de Telha e Propriá. A prefeitura de Telha é a responsável pelo local, mas nos finais de semana a localidade é bem procurada por visitantes das duas cidades. O balneário fica a pouco mais de um minuto do centro de Propriá, na rodovia SE 202, sentido Amparo do São Francisco, já no município vizinho de Telha. O local é bastante procurado nos finais de semana e existem restaurantes simples, mas com bom cardápio e aluguéis de barcos à beira-rio. Não deixe de degustar do pitu, um camarão de água doce pescado no rio São Francisco.

Prainha

Attraction ba476e711d4d85f2

A prainha – denominação dada ao banco de areia que fica à beira-rio, em frente à orla da cidade  -   disponibiliza bares e restaurantes, porém rústicos. O banho de água doce no rio São Francisco é bem procurado. O local também disponibiliza uma boa vista da ponte sob a BR 101, que interliga os estados de SE e BA.

Propriá a Pé

Attraction a5a1ddbf9721cf6fFoto por: Silvio Oliveira

O passeio inicial deve se concentrar na orla da cidade e no largo da Catedral Diocesana. Conhecê-los renderá uma boa fotografia. No centro do largo da igreja, a catedral em estilo gótico é uma das únicas do interior de Sergipe deste gênero. Do lado direito, velhos casarões, resquícios da colonização europeia, conferem a Propriá uma beleza bem singular. Na esquina, entre a rua da Palma e o largo da Catedral, o casarão da família Seixas foi totalmente recuperado por novos proprietários. Em frente, um outro casarão revestido com azulejos portugueses pertencente à família Chaves.

O antigo hotel Status está em ruínas, porém, o edifício mostra os tempos áureos da cidade ribeirinha. Descendo a rua paralela a ele, chega-se a orla da cidade, um local agradável com bares e restaurantes, com vista para o Velho Chico.

Pode-se também apreciar o antigo prédio em ruínas do antigo hotel Florelisa, datado de 1932 e construído pela empresa Odebrecht, considerado um marco da hotelaria de Sergipe. Próximo a ele, na rua de Capela, há um viaduto do final do século XX, também um marco da construção civil para a época.

 

Anunciantes