Os 166 anos de Aracaju pelo olhar de uma guia de turismo

A linda Aracaju completa 166 anos nesta quarta-feira (17.03). Com um cardápio gastronômico variado e repleta de atividades culturais e atrativos turísticos, a capital de Sergipe desponta como um dos destinos mais belos do Brasil. Neste aniversário, pedimos ajuda da guia de turismo Luciene Almeida de Lima, a Tia Lu, para apresentar as principais atrações da cidade.

Nascida em Aracaju, Tia Lu é guia de turismo desde 1994 e, como ela mesma diz, por onde quer que ela passe, leva no coração a bandeira de Sergipe. Além disso, conhece como poucos os caminhos, belezas e destinos de Aracaju, onde, em suas palavras, é possível ter acesso à feliz união da modernidade de uma capital com a tranquilidade do interior. “Ruas largas, povo hospitaleiro, artesanato, forró e deliciosa gastronomia podem ser apreciados por aqui”, afirma.

A guia de turismo explica que os estabelecimentos turísticos estão adotando todas as medidas necessárias para receber os visitantes. “Aracaju está pronta para receber os turistas no pós-pandemia, seguindo todos os protocolos sanitários da OMS e as boas práticas, a começar na chegada do visitante ao aeroporto, rodoviária, hotéis”, declarou, citando que o selo Turismo Responsável do Ministério do Turismo está sendo bastante adotado pelos prestadores da região.

Tia Lu começa o “tour de aniversário” destacando a proximidade do aeroporto com a orla - distantes apenas 5 km -, onde fica o burburinho da cidade. “Não faltam opções de agito e comida nos 9 km de orla, onde se concentra a maior parte dos restaurantes e hotéis”, registrou. “A agitação pra valer fica na Passarela do Caranguejo, onde diversos bares e restaurantes servem o crustáceo mais amado do sergipano”.

ORLA DE ATALAIA - Com cerca de 660 mil habitantes, Aracaju tem como um de seus cartões-postais a Orla de Atalaia. “É considerada a Orla Mais Bonita do Brasil. Está equipada para o lazer e possui diversas quadras poliesportivas, parque infantil, kartódromo, pistas de skate, quadras de tênis, quiosques, vários restaurantes e uma delegacia de turismo”, explicou.

Um dos ícones da Orla de Atalaia. Crédito: Cleverton Ribeiro/MTurDestinos

O visitante também pode fazer tranquilas caminhadas pelo belo calçadão, comprar na Feirinha de Artesanato, degustar a gastronomia local, beber água de coco nas diversas barracas e ainda visitar o Oceanário do Projeto Tamar. “O local possui 20 aquários mostrando a flora e a fauna marítima e fluvial do Estado e um tanque de toque onde você pode, com o monitoramento de um biólogo do Tamar, tocar nas tartaruguinhas. Emocionante demais!”, relatou.

A cada início de mês, a equipe do Projeto Tamar de Aracaju lança ao mar centenas de tartaruguinhas Oliva, com a presença e participação do público para dividir tamanha beleza e emoção.

CITY TOUR - Além das belas praias que o litoral sergipano oferece, com águas limpas e de temperatura média de 25°C, o visitante embarca em um city tour para conhecer um pouco da história da cidade. A visita passa, dentre outros pontos turísticos, pelo Centro Histórico, os Mercados Municipais e o Museu da Gente Sergipana. “O primeiro museu interativo do Norte e Nordeste”, lembra Tia Lu.

Em frente ao belo museu, é possível clicar belas fotos no Largo da Gente Sergipana, um monumento formado por oito estátuas que representam diversas manifestações folclóricas típicas. Localizado às margens do rio Sergipe, o espaço é uma das maiores homenagens à cultura popular do estado. “Com esculturas de 7 metros de altura que representam as danças e tradições, folguedos e manifestações da cultura popular de Sergipe”, explica a guia de turismo.

Largo da Gente Sergipana é um dos destinos imperdíveis em Aracaju. Crédito: Cleverton Ribeiro/MTurDestinos

ORLA PÔR DO SOL – Seguindo o roteiro da Tia Lu, partimos para o litoral sul de Aracaju, onde existe uma parada obrigatória: a Orla Pôr do Sol, no povoado Mosqueiro. “Possui um ancoradouro onde estão as lanchas e os catamarãs que levam o turista para conhecer dois passeios lindos, cercado de muita água e manguezais”, comentou.

Ilha dos Namorados também está na lista da Tia Lu. Crédito: Cleverton Ribeiro/MTurDestinos

“A primeira parada é na Croa do Goré, um banco de areia onde o visitante faz tranquilas caminhadas e mergulha em um delicioso banho nas águas mornas do rio Vaza Barris”. Em seguida, o turista parte para conhecer outro banco de areia: a Ilha dos Namorados. “Com uma estrutura de redes dentro do rio, boias, tendas com mesas, um barzinho à beira-rio onde são servidos deliciosos petiscos, caldinhos, drinks, coquetéis, caipirinhas. O turista curte o local com tranquilidade. O local é dotado de uma infraestrutura top, mantida pelo Catamarã Solares que deixa o visitante bem à vontade, distante de barulho e de aglomerações”, comentou.

QUALIDADE DE VIDA - A professora Iana Almeida de Andrade mora em Aracaju há três meses. Para ela, tempo suficiente para perceber as belezas únicas e a qualidade de vida da capital de Sergipe. “Morar em Aracaju é uma delícia. Saber que você tem a praia a alguns minutos de você, que você tem uma orla para passear, comidas típicas nordestinas, além de ser um lugar com o custo de vida muito acessível”, disse.

A professora Iana com sua bebê Catarina na Passarela do Caranguejo. Crédito: Arquivo pessoal

Mãe da Catarina, uma bebê de 7 meses, Iana explica que a cidade também oferece opções para crianças. “Não posso deixar de falar da Orla de Atalaia, onde fica a Passarela do Caranguejo, e da região dos Lagos. Cheios de luzes, atrações, parques, quadras e é onde fica o Ocenário, que não tem como deixar de ir. Lá tem o projeto Tamar, que toda criança adora ver”, detalhou.

A lista de locais imperdíveis de Iana começa pelas praias, onde há barracas para quem gosta de passar o dia, algumas até oferecem sofás e redes. “Para quem tem criança é excelente”. A Feira do Turista também é indispensável nos passeios da professora. “Lá tem comidas deliciosas típicas e lojinhas de artesanais, enfeites, lembrancinhas, roupas, e, à noite, tem apresentações de forró. Dá para se divertir!”, garante.

A região dos Lagos também é um lugar de visita obrigatória para os visitantes brasileiros e estrangeiros. “Para fazer um piquenique, brincar na grama e tomar um sorvete vendo o pôr do sol, é maravilhoso”, sugeriu. Por fim, se declarou a sua nova cidade. “Aracaju é uma cidade pequena, tem tudo perto, e lugares lindos e legais para conhecer. A comida é excelente, tem restaurantes muito bons, com comidas nordestinas bem gostosas”, concluiu.

 

Por Rafael Brais

Assessoria de Comunicação do Ministério do Turismo

Anunciantes